Natal de Saramar

Vazio


A neve já cobre as uvas
para o natal dos úteis e puros.
As luzes já cobrem máscaras.
Todos são anjos.
A árvore já grávida,
abarca o berço vazio.
Onde era luz,
laços e brilhos
de presentes luzidios.
Em azáfama de vazios,
jaz a natividade.

Saramar Mendes de Souza

Uma resposta para “Natal de Saramar

  1. lina faria

    Querido Cleto, e família:

    Que bela imagem. Que belo poema!

    Obrigada por nos brindar com sua sensibilidade através desse maravilhoso espaço.
    Que para o ano que entra você continue nos presenteando.

    Beijos e um feliz 2010!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s