O espólio de Fernando Pessoa

Ontem, 30.07.2009, foi aprovado pelo Conselho de Ministros de Portugal o decreto de classificação do Espólio Documental de Fernando Pessoa, tornando-o  bem de interesse nacional.

Na exposição de motivos encaminhada ao Ministro da Cultura, o diretor geral da Biblioteca Nacional de Portugal, Jorge Couto, propôs a classificação do espólio como bem de interesse nacional ou Tesouro Nacional, “compreendido como a universalidade de fato composta por todos os documentos produzidos ou reunidos por Fernando Pessoa, seja na forma de manuscritos autógrafos, isolados ou integrados em documentos de terceiros, assinados ou não, de datiloscritos ou tiposcritos, com ou sem intervenção autógrafa, assinados ou não, bem como todos os documentos biográficos de Fernando Pessoa, assinados ou não, e os documentos impressos que se reconheça terem pertencido à sua biblioteca e ostentem marcas autógrafas de utilização pelo Poeta”.

O fato é importante porque, até há pouco tempo, o espólio literário de Fernando Pessoa, em sua maior parte por ele arquivado em um baú , em páginas manuscritas ou datilografadas e guardadas em envelopes sem nenhuma classificação ou ordem, estavam sob a guarda dos herdeiros de FP ou espalhado entre amigos ou estudiosos. Agora, além da guarda material, a Biblioteca nacional poderá estabelecer uma classificação mais rigorosa, apesar de ser difícil determinar datas de documentos que o poeta não datou e outros que não assinou.

A famisa arca de Fernando Pessoa. O móvel foi vendido, recentemente, em leilão, para um admirador desconhecido, por mais de 50 mil euros. Ao fundo, a estante delivros de sua biblioteca. Sobrepus as assinaturas dos princpais heterônimos, mais a dele mesmo e a de Alxader Searh, um semi=heterônimo de sua juventude.

A famosa arca de Fernando Pessoa. O móvel foi vendido, recentemente, em leilão, para um admirador desconhecido, por mais de 50 mil euros. Ao fundo, a estante de livros de sua biblioteca. Sobrepus as assinaturas dos principais heterônimos, mais a dele mesmo e a de Alexander Searh, um semi-heterônimo de sua juventude.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s