Rumorejando, por Juca Zokner

Juca Zokner publica suas Constatações em vários blogs, a começar pelo seu, Rimas Primas (http://rimasprimas.blogspot.com/). O Banco da Poesia recebeu a sua última produção, que publicamos com pequenas ilustrações, na falta de maiores.

“Se a gente não levar a vida com bom-humor para todas as coisas que acontecem, as situações ficam mais difíceis de se resolverem. Assim, é melhor dar boas risadas e ver por um ângulo diferente. Ainda que algumas pessoas vejam o lado difícil da vida, prefiro encarar os fatos de outra maneira”.

José (Juca) Zokner

juca-4

Pequenas constatações, na falta de maiores

Constatação I (Falando da frágil paz ou dos preparativos das guerras).

liquidificadorOs tratados
Antes solidificados,
Foram abandonados,
Mal falados,
Vilipendiados,
E acabaram liquidificados.

xxxxxxxx

xxxxxxxxxxx

Constatação II (Meio ambiente)

grimpa21Dizia o jardineiro,
Poetando:
“O pinheiro
olta grimpas*
Supimpas;
Solta pinhão
Que é uma obra-prima
De formatação
Da mãe natureza
Ou Daquele lá de cima.
Com toda a certeza,
Foi gerado com poesia
Com rima
Que, nos campos,
Naquela era
Havia
Outra atmosfera:
Pirilampos
Piscando;
Sapos coaxando;
Corujas crocitando;
Cigarras cantando;
Grilos
Com seus estrilos.
É, tudo isso,
Toda essa cena,
Algum dia,
Ainda se via.
Pena!
_________

*Grimpa = Ramo do pinheiro

Constatação III

A freqüência
Naquele bar
É uma indecência,
Disse a solteirona,
Sentada na poltrona,
Olhando pela janela
Do quarto dela.
Só tem homem acompanhado,
Com cara de enfastiado,
Que comigo não daria par.

Constatação IV (Tragédia do cotidiano).

Com o passar do tempo, com o avanço cronológico da idade, os cônjuges continuaram a dormir na cama de casal. Mas havia como uma espécie de muro de Berlim virtual no meio do assim chamado leito nupcial: Ele nem, ao menos, chegava a passar a mão na abundância dela; ela nem chegava a roçar no seu maior patrimônio. Coitados!

Constatação V

juizDesacato a uma autoridade é quando você não chama:
– Um juiz de meritíssimo;
– Um reitor de magnífico;
– Um cardeal, ou bispo de reverendíssimo;
– Um deputado ou senador de Vossa Excelência, ao invés de nominar, como os franceses, que se reportam a todos os cidadãos, sem distinção, de senhor e senhora.

xx

Constatação VI

Estava num baita dilema,
Sem dúvida um problema,
Queria provar por teorema,
Sem ser apelativo,
Se uma prevaricação
Ajudaria
A reciclar a libido, ou não
O que seria,
Em caso positivo,
Uma excelente solução.

Constatação VII (Poeminha atrapalhado, aloprado sem muito pé e muito menos cabeça).

loboConstrito,
Depois de ouvir
Um grito
Sair
Da boca do lobo
Ou da boca-de-lobo
Já nem me lembro mais
Ando esquecido demais
Confuso,
Meio bobo,
Obtuso
Será que é o fuso?
Ou o horário de verão
Puxa! Que confusão
Vou ficar é calado
Antes que eu seja internado
Em vários asilos,
Por causa dos meus grilos,
Sem
Que alguém
Tenha pena de mim.
Fim.

Constatação VIII

rosaventoRico semeia uma rosa, dos ventos, e colhe uma brisa de pétalas; pobre, semeia uma rosa, dos ventos, e colhe uma tempestade de espinhos.

xxxxxxxxxxxxxxxxxx

xxxxxxxxxxxxxxxxxx


Constatação IX

dcamiloUm dos exemplos de humanismo, amizade e paixões do povo italiano é o que se pode encontrar nos livros do escritor Giovanni Guareschi, principalmente naqueles cujos personagens principais são o padre Dom Camilo e o comunista Peppone. Leitura obrigatória, como diriam os críticos.

Constatação X (De dúvidas cruciais).

cravorosa4Foi o concerto para a mão esquerda, de Maurice Ravel, que foi vetado pelos políticos da assim chamada Direita? E foi durante a execução de Os pinheiros de Roma, de Ottorino Respighi, que caíram umas grimpas na cabeça do regente? E, mais ainda, foi na Valsa das flores, de Piotr Ilich Tchaikovsky que a rosa brigou com o cravo, debaixo de uma sacada?
xx

Constatação XI (De uma dúvida crucial via pseudo-haicai)

redcardMudança de atitude
Da regra do jogo, durante
O seu transcurso, é ilicitude?

xxxxxxxxxxxxxxx

xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Constatação XII

polvaFoi a polva que, no bem-bom, disse pro polvo:
“Bem, isso de agora passar um dos tentáculos
Na minha bun, digo nuca, depois eu resolvo”?

xx

Constatação XIII

Foi o caminhante,
Seguindo a trilha,
Que, de repente,
Apareceu
Numa ilha
E nada mais entendeu?

Constatação XIV (Ah, esse nosso vernáculo)

reiO rei quando estava sentado no trono lhe deu vontade de sentar no trono e com voz tronante pediu licença à corte e saiu correndo numa velocidade de um mésotron.

xxxxxxxxxxxxxxx

xxxxxxxxxxxxxx

x

Constatação XV

missazeda1Ela clareou os dentes como sói acontecer com os atores e atrizes globais. No entanto, ela era por natureza azeda, digna de se candidatar a um concurso de Miss Azedume. Jamais, em tempo algum, se permitia um simples sorriso. Quando muito, um amarelo. Rir, então, nem pensar. Quando lhe perguntavam por que nunca ria, até para mostrar os dentes clareados, ela respondia que sim. Que ela ria. Mas, por dentro.

Constatação XVI

maradonaNão só o Brasil inteiro ficou triste, compungido, macambúzio com a derrota acachapante da Argentina para a Bolívia. A América Latina inteira também…

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

xxx

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br

Gostou? Então compre o livro de José Zokner. Rimas Primas & Outras Constatações pode ser encontrado na Internet. Custa só um clique e alguns trocados. Vale a pena.

imagemdll

3 Respostas para “Rumorejando, por Juca Zokner

  1. manoel de andrade

    Como você vê Juca, com o Cleto nesse páreo, não tem pra mais ninguém. Quem poderia te dar, graficamente, este regalo? E depois ele acha que estou exagerando.

  2. Obrigado Maneco e Cleto. [ ]’s Juca.

  3. Ontem, no lançamento do livro do Manoel de Andrade, Héilo Puglieli, ao ver Juca Zokner entrar na sala, exclamou: “Eis o Leon Eliachar curitibano!” E eu disse: “Mais Millôr Fernandes que Leon Eliachar.”

    Arrependi-me. E digo, agora, definitivamente: Eis
    o José (Juca) Zokner, o autêntico poeta e humorista curitibano. Sem sombra de dúvida. Sem sombras de outros autores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s